O guia para quem, como eu, quer explorar a criatividade que existe no mundo do crochê!
 

Quando me comecei a dedicar mais seriamente ao crochê e a planear os meus projectos futuros, foi quando também comecei a explorar várias fontes de aprendizagem desde revistas, a blogs, a videos no Youtube e por aí fora. Fui juntando pedacinhos de informação aqui e ali, e quando dei conta já tinha ganho uma boa quantidade de conhecimento e melhorado a meu próprio método de trabalhar o crochê.
Foi então que comecei a sentir cada vez mais a vontade de reunir essa minha experiência e conhecimento e partilhá-lo com outros exploradores do crochê. Apesar de não ser nenhuma expert na matéria, acho que vale sempre a pena partilhar o pouco que sabemos!

O que é preciso para começar? Aqui vai um singelo vídeo com o que trago sempre comigo.

Do que precisamos para começar!
 

Quando comecei a aventurar-me no crochê eu só tinha a retrosaria como recurso e foi lá que comprei as minhas primeiras agulhas com a ajuda da dona da loja, porque mal sabia acertar com as medidas a olho, muito menos através dos códigos internacionais (Aran, DK, Bulky...).

Fui aprendendo cada vez mais pelos diversos blogs e vídeos online, e hoje tenho uma pequena rede de lojas online e recursos a que eu recorro. Podem ver a minha lista aqui!

E aqui vai uma lista básica do que mostrei no vídeo:

  • As agulhas - As mais uso são as de 2.5mm - que uso com frequência para trabalhar com linhas de algodão com os amigurumi - e as de 5mm - que uso com mais frequência para fazer peças maiores ou trabalhar a lã. 
  • Linhas - Algodão, lãs e lãs acrílicas
  • Marcadores de pontos & marcadores de voltas
  • Agulhas de tapeçaria
  • Tesoura 

E vocês, que o que trazem nas vossas bolsas/caixinhas de crochê? Deixem um comentário no vídeo (no YouTube) e vamos trocar ideias!